Parceiros

Bélgica

Conselho Interuniversitário da Comunidade Francesa da Bélgica (CIUF)

O Conselho Interuniversitário da Comunidade Francesa da Bélgica (CIUF) é uma organização de interesse público que reúne representantes das oito universidades da Comunidade Francesa da Bélgica. Suas principais missões são : prestar aconselhamento sobre qualquer assunto relacionado à educação universitária, organizar o diálogo entre as universidades, acadêmicos e estudantes além das outras instituições de ensino superior, promover colaborações interuniversitárias e entre faculdades e assegurar a representação das instituições de ensino universitário na Comunidade Francesa em diversos organismos nacionais e internacionais. Para saber mais sobre CIUF e a educação na Bélgica, consulte www.ciuf.be/cms/

Canadá

Escritório Canadense de Educação Internacional (CBIE)

O Bureau Canadense de Educação Internacional (CBIE), organização nacional bilíngue foi fundada em 1966 e sua missão é ser a voz nacional em educação internacional. Esta organização conta com mais de 150 instituições de ensino superior (faculdades e universidades). Em colaboração com a Associação de Universidades e Faculdades do Canadá (AUCC) e Languages ​​Canada CBIE se uniu com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento ciência e Tecnologia (CNPq) para a administração da maioria das bolsas de estudos do programa Ciênca sem Fronteiras (CsF). Se você deseja enviar uma candidatura para uma universidade de língua francesa do Canadá, consulte o www.cbie-bcei.ca/pt-br/o-que-fazemos/portal-do-aluno/brasil/.

Consórcio das Universidades de Alberta, Laval, Dalhousie e Ottawa (CALDO)

CALDO é um consórcio de quatro universidades canadenses, dentre as quais, uma é francófona (Université Laval), duas bilíngues (Universidade de Ottawa e da Universidade de Alberta) e uma de língua inglesa (Dalhousie University). O CALDO assinou um acordo com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em vistas de receber bolsistas brasileiros do programa Ciênca sem Fronteiras em uma das quatro universidades membros do consórcio (graduação, pós-graduação e pós-doutorado). Para saber mais sobre o CALDO e para se inscrever em uma universidade membro que oferece programas dentro do consórcio francês, consulte www.caldo.ca/index.php?id=618&L=3. Outras instituições canadenses apoiam o CBIE e o CALDO na promoção universidades francófonas para os bolsistas programa brasileiro Ciênca sem Fronteiras. Para tal, três associações de universidades estão associadas aos dois órgãos gestores do programa para a vinda de um grande número de estudantes brasileiros em universidades canadenses francófonas.

Associação de Universidades e Faculdades do Canadá (AUCC)

A Associação de Universidades e Faculdades do Canadá (AUCC) foi criada em 1911. Ela é a porta-voz de todas as universidades canadenses e representa 97 universidades e faculdades, mais de um quarto são de língua francesa. Sua missão é fomentar e promover os interesses de ensino superior e de pesquisa acadêmica no Canadá. Para saber mais sobre as instituições membros da AUCC e programas de estudo oferecidas, especialmente nos cursos de graduação, visite www.aucc.ca/fr/.

Escritório de cooperação inter-universitária (BCI)

O Bureau de coopération interuniversitaire (BCI - Escritório de cooperação inter-universitária) é um local de cooperação entre os estabelecimentos universitários e um prestador de serviços comuns. Ele apoia, entre outros, trabalhos em setores de negócios acadêmicos, pesquisa, negócios médicos, negócios administrativos e financeiros, avaliação de projetos e programas, bem como mesas agrupando registradores e diretores de bibliotecas universitárias. Para mais informações sobre o BCI, consulte www.bci-qc.ca/

Associação de Universidades da Francofonia canadense (AUFC)

A Associação de Universidades da Francofonia canadense (AUFC) foi fundada em 2004 e reúne 14 universidades francófonas ou bilíngues presentes nas províncias canadenses onde a comunidade minoria francófona ou localizados fora da província de Quebec. O AUFC tem a missão de melhorar a qualidade e o alcance da aprendizagem, ensino e pesquisa acadêmica em francês no Canadá através da cooperação entre os membros e a representação de seus interesses comuns. Essas universidades oferecem programas da gradução ao doutorado em francês ou em ambas as línguas do país nas artes, ciências sociais, direito, engenharia, ciência, gestão e saúde. Para saber mais sobre AUFC, as instituições membros e sobre o programa de estudos oferecido em todos os ciclos, consulte www.aufc.ca/.

França

Campus France

Campus France é um estabelecimento público francês de caráter industrial e comercial que visa fomentar e promover no exterior o sistema de ensino superior e de formação profissional francês. Sob a supervisão conjunta do Ministro dos Assuntos Estrangeiros e do Ministro do Ensino Superior, o Campus France é responsável pelo desenvolvimento e promoção no exterior do ensino superior francês e sistema de formação profissional, do acolhimento dos estudantes e pesquisadores estrangeiros, incluindo assistência com vistos e acomodação, em apoio às universidades, escolas e outras instituições de ensino superior e de pesquisa, a gestão de bolsas de estudo, estágios e outras programas de mobilidade internacional de estudantes e pesquisadores, a promoção e desenvolvimento do ensino superior, desde que as novas tecnologias de informação e comunicação. Para saber mais sobre o ensino superior na França, a formação oferecida ea preparação de uma estadia na França, ver www.campusfrance.org/fr/.

 

Suíça

Secretaria de Estado de Educação, Pesquisa e Inovação (SEFRI)

A Secretaria de Estado de Educação, Pesquisa e Inovação (SEFRI) é um órgão federal na área da formação, da pesquisa e da inovação (em francês, “formation, recherche et inovation” - FRI) que desenvolve projetos comuns com os cantões e colabora com as escolas politécnicas federais, as escolas superiores especializadas e as universidades cantonais, entre outros, no financiamento, na distribuição de bolsas e na regulamentação. Ela participa, assim, dos esforços de cooperação internacional em FRI. Neste sentido, ela opera, entre outros, a promoção da área de FRI Suíça ao nível internacional de maneira estratégica, assegura a diversidade, a eficiência e a qualidade da oferta de formações, assim como a excelência na área de FRI e assume o contato com as instituições e autoridades internacionais. Os alunos do doutorado que desejam estudar na Suíça devem obter a aprovação da universidade onde eles têm a intenção de estudar antes de enviar seu pedido de bolsa através do portal do programa Ciência sem fronteiras. Esta aprovação pode ser obtida entrando em contato diretamente com a instituição em questão ou através do parceiro suíço do programa Ciência sem fronteiras, o SEFRI. Para obter maiores informações sobre o SEFRI e a oferta de ensino na Suíça, consulte http://www.sbfi.admin.ch/org/index.html?lang=fr (em francês)

Início da página